DesignBR

Vai Design!!

     

    Um dos tópicos que mais esquentam a discussão entre designers é o tipo de software utilizado para realização de projetos. Embora na área de edição de imagens haja uma supremacia do Photoshop, no ramo vetorial há uma antiga e interessante concorrência entre Corel Draw e Adobe Illustrator. O software da Adobe costuma ser mais querido entre designers da geração Apple. Já o Corel Draw é um velho e antigo parceiro dos designers Old School.

No meu caso, acabei encontrando o Corel Draw na maioria dos empregos que tive na vida, por isso me acostumei mais e conheci à fundo o famoso "lenhador" dos designers. Nos poucos empregos que fui obrigado à utilizar o Illustrator, acabei reconhecendo pontos fracos no software tão querido da Adobe.

Analisando esse comparativo entre os programas, acabei criando essa lista com vantagens de um e de outro programa, mais com um tom humorístico do que qualquer outra coisa. Confira e veja se você se identifica com alguns dos desafios de cada interface:

1. Criando um Degradé

Illustrator: Para aplicar um degradé linear, primeiro é preciso selecionar um preenchimento preto e branco na paleta e depois aplicar as cores e ângulos. Um saco. Além disso, não é possível aplicar gradiente em letras. Apenas depois de converte-las em curvas.

Corel: Com a ferramenta "Preenchimento Interativo" é possível aplicar o degradé tão fácil quanto criar uma linha, além de trocar cores e ângulos. Ah, e ele também aplica gradiente em texto, sem precisar convertê-lo em curvas.

1x0 Corel

2. Trabalhando com Camadas/Layers

Illustrator: Recursos como Cliping Mask, Transparência, Agrupar além da própria seta preta de seleção te impelem à usar camadas e ficar sempre se organizando, cadastrando-as e catalogando-as na Paleta "Camadas". Um pouco cansativo e burocrático, não...?

Corel: Não é necessário usar camadas mesmo com diversos recursos aplicados na imagem. E antes que falem que isso é um defeito: sim, exite a opção de camadas no corel, mas simplesmente é muito mais tranquilo trabalhar em apenas uma e usar camadas apenas em casos extremos, como quando não queremos imprimir algum objeto, etc.

2x0 Corel

3. Criando uma Transparência Linear

Illustrator: Aplicar transparência linear é muito trabalhoso, sendo necessário criar um arquivo em degradé preto e branco (!), para depois aplicar a máscara Make Opacity Mask. Depois caso seja preciso alterar o efeito, é preciso achá-lo na paleta layer e trocar o degradé preto e branco (!!).

Corel: Aplica-se transparência em qualquer objeto com praticidade usando a ferramenta "Tranparência". Fácil e rápido.

3x0 Corel

4. Usando Contornos em letras

Illustrator: Não permite colocar contorno atrás do objeto enquanto forem letras - apenas depois de transforma-las em curvas. Caso você precise editar o texto, dançou. Vai ter que escrever, escolher a fonte transformar em curva e depois aplicar o contorno de novo... Ou fazer uma gambiarra e ter 2 textos iguais sobrepostos, um com contorno e o outro não. E designer geração Apple não deve jamais aceitar gambiarra.

Corel: Contorno atrás em qualquer objeto.

4x0 Corel

5. Exportando JPEGs

Illustrator: Não permite colocar um tamanho específico em pixels ou cm no arquivo JPEG à ser exportado. Você apenas escolhe a resolução e qualidade. Se for apenas um arquivo pra visualização, o arquivo exportado pode ficar gigantesco, sendo necessário abrir depois no Photoshop pra diminuí-lo. Além disso se quiser exportar apenas um objeto da arte não é possível. Outro problema é quando a arte está grande e você vai exportar o JPEG e aparece a mensagem "Memória insuficiente para realizar a operação". E olha que já trabalhei com máquinas Ninjas Super Ferozes e ainda assim o Illustrator me deixou na mão...

Corel: Permite personalizar a largura e altura de pixels, além da resolução, percentual, etc. Possui a opção "Exportar somente selecionados" que faz com que exporte apenas o que estava clicado, permitindo exportar apenas alguns objetos ou a arte toda. E não importa o tamanho da arte nem a capacidade do seu computador - o Corel exportará mesmo que leve 10 minutos. O Corel não te abandona!

5x0 Corel

6. Exportando outros formatos

Illustrator: Possui 13 opções de formato de arquivo para exportar e não possui .CDR do Corel (preconceito anti-concorrência).

Corel: Possui 43 formatos, sem preconceito de empresa ou raça, incluindo .AI .EPS . PDF .ETC .TAL

6x0 Corel

7. Alinhando objetos

Illustrator: Ao alinhar dois ou mais objetos pela esquerda ou direita, o Illustrator usa o que estiver mais na ponta como referência. Ao alinhar pelo centro ele tira a média dos dois e move-os, ou seja, os dois objetos saem do lugar. Se um dos objetos está exatamente onde você queria, você se ferrou: vai ter que encontrar de novo o lugar na raça.

Corel: Ao alinhar dois ou mais objetos pela esquerda ou direita ele toma como referência qual você clicou por último. Isso facilita quando existem muitos objetos. Basta selecionar todos e depois clicar no último que será a referência. Ao alinhar pelo centro esse recurso é útil também pois o objeto de referência permanecerá parado no mesmo local.

7x0 Corel

8. Teclas Atalho

Illustrator: O atalho para fazer o objeto ir para o fundo ou para frente é de difícil memorização: control + colchetes pra fora pra fazer descer ou control + colchetes pra dentro pra fazer subir - ou será o contrário? Além disso atalhos pra alinhamento não existem. O lado bom é que alguns atalhos são padrões da Adobe, então pode ajudar... Um pouco...

Corel: Atalho pra fazer objetos irem pro fundo ou pra frente fazem sentido: control + page Up trás pra cima. Control + page down leva pra baixo. Atalho pra alinhamento são ainda mais fáceis: T (top), B (bottom), L (left), R (right) e C (center). Sim, é só apertar uma única letra...

8x0 Corel

9. Mais Contornos

Illustrator: Quando cria-se um objeto com contorno, ao diminuir ou aumentar o tamanho do objeto, o contorno permanece igual, sendo preciso adequa-lo manualmente à cada tamanho. Se quiser manter o tamanho idêntico, vai ter que calcular a porcentagem do segundo tamanho, depois fazer uma regra de três, uma análise combinatória e estatística...

Corel: Possui a opção "Contorno proporcional ao objeto", assim ao aumentar ou diminuir o objeto o contorno permanecerá na mesma proporção inicial. Yeahs.

9x0 Corel

10. Vetorizando

Illustrator: Ao usar a caneta pra vetorizar um desenho, para ajustar os nós você precisa ficar trocando de ferramenta, ou acrescentando nós com a caneta + ou tirando com a caneta - ou ainda usando o bezier pra formas as cúspides. Se esqueceu de fazer uma curva, ja era: vai ter que pegar a caneta + e criar um ponto, depois ir com a seta branca, afastá-lo até onde você quer, depois pegar o bezier e puxar a curva... Ufa! Fora que isso faz a curva ter 3 pontos, enquanto o necessário mesmo são 2. Lembre-se quanto mais pontos, mais pesado o arquivo.

Corel: Também precisa trocar de ferramentas, mas são em menor quantidade: ou a caneta pra fazer pontos e a seta preta pra fazer as curvas. Já o beziér serve pra fazer as curvas direto sem troca de ferramentas. Fazer cúspides ou nós simétricos é fácil, só apertar o botãozinho no menu em cima.

10x0 Corel

11. Cópia de Segurança

Illustrator: Não salva uma cópia automaticamente.

Corel: Toda vez que você usa o comando salvar, ele salva automaticamente o arquivo Cópia_de_segurança do mesmo. A princípio pode parecer chato ter um monte de arquivos cópias de segurança nas suas pastas, mas por experiência própria digo que já fui salvo várias vezes por essas cópias. As vezes um arquivo dá problema e não abre mais, mas você tem a cópia salva. Ou também quando precisa de uma versão anterior do arquivo que você mudou, muitas vezes na cópia está o arquivo anterior salvo. E não adianta falar que "Illustrator não salva cópia pois não dá problema", pois arquivos grandes no Illustrator dão mais problemas que os de Corel.

11x0 Corel

12. Seleção de objetos

Illustrator: Para selecionar objetos no Illustrator você usa a seta preta e clica sobre o objeto desejado. Quando você quer selecionar muitos objetos na área usando a seta e arrantando na tela, ele selecionará todos os objetos que tiverem na área arrastadas. Isso complica quando há muitos objetos sobrepostos pois acaba selecionando o que você não precisa/quer.

Corel: Já no Corel, o mecanismo de seleção é apurado e seleciona apenas os objetos que estiverem completamente dentro da área da seta. Quando há muitos objetos é facil selecionar os que você quer pois é só engloba-los no quadrado. Os que não forem perfeitamente englobados ficarão de fora.

12x0 Corel

Você é um fã incondicional do Illustrator e achou tudo que eu falei uma grande besteira? Calma, aí vai algumas vantagens comprovadas do Illustrator:

1. Os objetos podem ter contorno e preenchimento mesmo não estando fechados. No Corel é preciso fecha-los.
2. Degradé não apresenta estriamento, já no corel ele forma várias faixas de cor.
3. Reza a lenda que a transparência ao ser impressa não cria serrilhado e no corel cria. Não sei dizer ao certo, mas nunca tive problema com transparência impressa no corel.
4. Se um objeto estiver girado num ângulo diferente de 90º, ao esticar o objeto com uma das alças, o Illustrator aumentará aquele lado continuamente. No Corel ele distorcerá o objeto.
5. O Illustrator possui comandos na barra de ferramentas da seta preta que permitem colocar um objeto em qualquer lugar milimetricamente exato, usando como referência os cantos ou o centro do objeto. Isso ajuda um pouco a corrigir a falha acima dos Alinhamentos (Item 8)

Placar Final: 12x5 Corel Draw

Como dito acima, esse texto é mais uma brincadeira de um designer que já foi salvo, mas também foi vítma de seu programa preferido. Me adaptei melhor ao Corel, mas reconheço os benefícios do Illustrator.

A verdade é que qualquer software é somente uma ferramenta. O verdadeiro designer é seu cérebro, aquele responsável pelas ideias, soluções e criações inteligentes e que darão forma ao projeto. A forma como você tirará aquilo da mente e colocará no papel é apenas um detalhe num processo mais longo. O bom designer busca as vantagens de cada software para chegar num resultado excepcional.

O que achou? É fã do Corel e adorou o que eu disse? Ama o Illustrator e achou tudo uma palhaçada? Deixe seu comentário e vamos discutir à respeito ;)

* A Tnfreelancer sempre respeita as opiniões, não estamos aqui para rebater uns aos outros e sim para somarmos conhecimentos.

Exibições: 339

Tags: Corel, Design, Draw, Gráfico, Illustrator, Illustrator?, ou

Comentar

Você precisa ser um membro de DesignBR para adicionar comentários!

Entrar em DesignBR

Comentário de Marcus Vinicius Vilela Alves em 23 janeiro 2015 às 17:52

Não é que o Adobe não faz... você que não sabe fazer. :P

Comentário de Flavio Quintanilha em 22 janeiro 2015 às 14:56

Nossa! Dá para rebater todos os argumentos a favor do Corel.
Eu já passei por 3 fases:

- A de usuário de Corel e odiador do Illustrator

- A de usuário de Illustrator e odiador do Corel

- A do foda-se, porque são apenas ferramentas, e cada uma usa o que achar melhor.

Mas tenho alguns questionamentos:

Quantos pontos valem:
- smart objects no photoshop

- atualização de link direto no indesign

- integração com o Bridge

- 3D com rotação e extrusão

- gradiente radial com angulação e distorção

- gerar um pdf que a gráfica reconhece sem ter que rasterizar

- live paint

- controlar diferentes espessuras de linha na mesma linha

- Distribuir (não só alinhar)

- Pathfinder

- escolher diferentes pesos da mesma fonte sem quer que abrir a palheta de fontes inteira novamente, ou sem ter que recorrer aos botões BOLD ITALICO e SUBLINHADO

- Criar estilos de parágrafos e de caracteres.

- poder transformar qualquer objeto em linha-guia

- Smart guides

- warp

- poder usar layers

- poder selecionar objetos sem ter que contorná-lo completamente

Juntando seus 5 mais os meus 17, ficou 23 a 12 pro Illustrator.
E sem precisar rebater os argumentos, hein!

Na verdade, eu acho o Corel um software excelente para pequenas gráficas e bureaus.

O recurso dele de montar um monte de pequenas artes num A3 sem precisar de um outro software de imposição é imbatível. mas para usos mais avançados, onde de trabalha com uma suite de aplicativos integrados e é necessária uma produtividade com interação das ferramentas, controle avançado de processos, confiança total no resultado do material impresso, o Illustrator faz mais sentido.

Mas é só isso.

Se a pessoa "faz tudo" no Corel, vai der dificuldade mesmo para usar o Illustrator, mas nunca vai diagramar um texto elegante como faria no inDesign, por exemplo.

Por isso eu acho meio boba essa discussão, pq vc não troca o Corel pelo Illustrator, eles fazem coisas diferentes. Vc precisa migrar para a suite da Adobe e aprender minimamente pelo menos o inDesign para se sentir "livre do Corel". Foi assim comigo, pelo menos.

O banner de sua empresa também pode estar aqui.
Entre em contato conosco para saber mais detalhes.
portaldesignbr@icloud.com

Hand Spinner Anti Stress

Fidget Spinner desenvolvido para reduzir o stress e a ansiedade

Fidget Cube Calmante

Um Cubo verdadeiramente Mágico que auxilia no controle emocional, ajudando a manter a calma em momentos de pressão.

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

© 2019   Criado por Portal DesignBR.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Web Analytics Tweet
ed.designstore@gmail.comarrow_drop_down ed.designstore@gmail.com settingsConta / Meu plano webMeus Sites messageEnviar Notificação restoreAgendar Notificações trending_upEstatísticas languageEnglish languagePortuguês perm_identitySair x Você está atualmente no plano gratuito. Já conhece o nosso plano sem publicidade? shopping_cart ADERIR AGORA ✕ Por favor leia os nossos Termos e Condições antes de utilizar o Pushnews [FECHAR] CRIAR CONTAPERSONALIZARINSTALAR JAVASCRIPTFINALIZAR Por favor coloque o código seguinte na secção do HTML (Pode personalizar todas as mensagens aqui)