DesignBR

Vai Design!!

Paulo Braga Prado
  • Masculino
  • Rio de Janeiro, RJ
  • Brasil
Compartilhar no Facebook
Compartilhar

Amigos de Paulo Braga Prado

  • Alícia A. Chaves de Andrade

Presentes recebidos

Presente

Paulo Braga Prado ainda não recebeu nenhum presente

Dar um presente

 

Página de Paulo Braga Prado

Informações do Perfil

Formação acadêmica
Comunicação Social / Comunicação Visual
Instituição onde formou-se ou estuda
PUC
Faculdade da Cidade (Hoje, Univercidade)
SENAI
Empresa e Área especifica em que trabalha
By3 design+comunicação

Design Thinking
Design de Serviços
Design Gráfico
Web Design
Design de Varejo
Interesses na rede
Contatos, parcerias profissionais e troca de informações e experiências
e-mail para contato e site
paulo@ by3.com.br

By3.com.br

Viva 2018. Viva EM 2018.

Gosto muito da geração em que nasci.

Tenho vivido a vida em um mundo mutante. Capaz de transformações fantásticas e numa velocidade nunca vista antes. Foram mais mudanças nos últimos 50 anos que em toda a historia do sapiens. Nesse mesmo período, a população do planeta dobrou. Passamos dos 7 bilhões e já nos aproximamos dos 8 bilhões. 

Nasci no meio da década de 60. Passei a infância na década de 70 e a juventude entre o fim da década de 70 e a década de 80. Virei adulto na década de 90 e estamos em 2018. Posso dizer que não vivi 5 anos sem grandes mudanças sociais, econômicas, políticas ou nas ciências em todo esse tempo!


Vi muita coisa enquanto caminhava até aqui.

Vi o homem ir a Lua, a TV ficar colorida, o Milagre Econômico no Brasil, a Ditadura, a Guerra do Vietnã, o Escândalo Watergate, Led Zeppelin, Black Sabbath, Pink Floyd, A Tropicália. A Censura… A Espanha de Franco. A Guerra Fria. A Crise do Petróleo. A Disco Music. A explosão das Novelas, as Panteras e o Homem de Seis Milhões de Dólares. A morte do Elvis. A Rádio Cidade. O Punk Rock!

Vi o surgimento do PC, da Apple, a fundação do PT, o atentado do RioCentro. O comício das Diretas Já na Candelária! Tentaram matar o Papa. Chorei o assassinato do John Lennon, assisti muita MTV. Michael Jackson, Madonna, Iron Maiden e Judas Priest. Metálica, AC/DC e Guns N’Roses! The Police. Rocker, New Wave, Gótico. Acabou a ditadura! Surge o Rock Brasil. A Estagnação econômica, inflação de 3 dígitos. Tancredo morre e nos deixa… Sarney. A Década Perdida. Em algum momento nessa década, começa a surgir a internet. E também surge a AIDS. E quando a década ia acabando e parecia que mais nada aconteceria… Cai o Muro de Berlim.

Vi a URSS implodir. O comunismo colapsar, a Guerra Fria acabar. A AIDS crescer no mundo. O Grunge mexer com o rock. Na disparada da população, o aumento da violência e da intolerância. Fernando Collor confiscar as poupanças. O Windows virar o dono do pedaço. A internet se tornar “comercial”. O telefone celular, que ninguém poderia imaginar o que se tornaria. Clonaram a Dolly - a ovelha, não a tubaína. O Netscape. O Hubble revoluciona a astronomia - mesmo demorando a funcionar. O surgimento dos hábitos de reciclagem. O Projeto Genoma HumanoO fim do apartheid. O Internet Explorer… A Guerra do Golfo. O Impeachment do Collor. Itamar na avenida, com a moça sem calcinha. Java! Pager’s e PDA’s fazem os bolsos pesarem e iniciam a “mobilidade digital”. Num cantinho de Stanford, dois nerds fundam mais uma empresa focada em internet: Google. A mortalidade da AIDS diminui com inibidores de protease. O e-commerce: Amazon, e-Bay, Mercado livre, Yahoo!. PlayStation, Super Nintendo, Mega Drive. A Bolha da internet. O Bug do milênio… que não rolou. Começa a construção da Estação Espacial Internacional - Esperávamos encontrar os Vulcanos em poucos anos.

Vi o Euro chegar. O ataque de 11 de setembro. O Papa que escapou dos tiros e perdoou o atirador, morre de causas naturais. O terrorismo tomar conta do mundo. Sadam Hussein cai e é morto na forca. Fidel deixa o governo de Cuba. Lula Presidente. O Tsunami de 2004 na Asia. O Terremoto na China. Google entra na bolsa de New York. A Banda Larga ganha força. O Bluetooth reforça o conceito de mobilidade digital. O PDA vai a internet via celular. O Mac OS X. Surge o VoIP. O MP3 fulmina o CD. Explodem as redes sociais: Orkut, LinkedIn, MySpace, Hi5, Twitter, Facebook. O e-commerce, cresce de galope. Brasil tem mais reservas do que dívidas e vira credor. O MSN substitui o ICQ  - não tinha falado dele?! A nave Voyager ultrapassa os limites do Sistema Solar. Google lança o YouTube. Surge o iPhone e o conceito de smartphone alcança seu real significado. O maior acelerador de partículas do mundo é ligado e a “Partícula de Deus" é confirmada. Mas até agora, nada dos Vulcanos.

Vi a crise econômica mundial. A primeira mulher eleita presidente do Brasil. A onda de protestos de 2013, o Mensalão, a Lava-Jato, a demolição da Petrobras. O surgimento do Estado Islâmico, o Terror no mundo. O incêndio na boate Kiss. A primavera Árabe.  A economia brasileira indo pro ralo. A ruptura da barragem da Samarco. A guerra Civil na Síria, a crise migratória na Europa. O boom das tecnologias móveis, o 4G. As smartTV’s, TV 3D. A internet É o centro do mundo.

O Impeachment, da Primeira Presidente Mulher do Brasil. O Android, iOS, lojas de aplicativos, Windows 10. MacOS X deixa de ter nome de felinos. BigData, Nuvem. Design Thinking, Service Design, CEM. A explosão das Redes Sociais. A privacidade sendo re-conceituada. A derrocada do PT. O Facebook domina o mundo. Spotify, Deezer. Netflix! Internet das Coisas, de Todas as Coisas! O boom das startups. A prisão do Sergio Cabral. A condenação do Lula! E nada ainda dos Vulcanos.

São incontáveis os momentos históricos que temos vivido e compartilhado nesses últimos 50 anos. De perto ou de longe, fazemos parte de toda essa história. Vivemos de alguma forma, consequências de cada uma dessas transformações. Carregamos uma bagagem imensa de fatos, versões, imagens e sons, que nos remetem a cada um desses acontecimentos e a uma experiência pessoal. “O que você estava fazendo quando o Muro de Berlin caiu?”, “Onde você estava, quando o World Trade Center foi atacado pelo Osama Bin Laden?" Que mudanças cada um desses acontecimentos, provocou na sua vida e na vida dos próximos a você? Que planos mudaram? Como seu pensamento foi afetado? No que suas convicções foram impactadas?

Não somos, nenhum de nós, nem sequer parecidos em mentalidade, com as pessoas das décadas de 70, 80 ou 90, do século passado. Não somos quem imaginávamos que seríamos ha 30, 40 anos atras. Certo?

Então alguém poderia me explicar o por que tantos ainda tentam manter o mesmo comportamento, como se estivessemos no mundo de 30, 40 anos atras?! 

Por que tantos pré-conceitos num tempo de voz para todas as minorias? Por que repetimos comportamentos de séculos atrás, condenando o uso de tecnologias, como já fizeram com livros, jornais, rádio e TV?

Por que empresários insistem em soluções ultrapassadas e que eles mesmos ja comprovaram que não funcionam mais?

Por que insistem em tratar o consumidor como se ele ainda fosse o mesmo de 1980?

Por que marcas ainda imaginam que serão eternas, quando é sabido que a maior parte das 500 grandes empresas da lista da Forbes, não existirá mais em 20 anos?

Há 100 anos, a vida média das grandes empresas era de 67 anos. Hoje, as TOP500 tem média de 15 anos de vida.

Nossos netos, provavelmente não conhecerão as marcas e empresas que temos hoje como grandes referências.


Por que empresas ainda imaginam que poderão se eternizar, com produtos que não evoluem, sem agregar serviços, sem inovar nos seus mercados, imaginando que o público continuará a consumir seus produtos para sempre, apenas porque… por que?

Porque se imagina que alguém queira trabalhar num sistema vertical, onde você fica engessado na sua função sem poder participar de nenhuma decisão sobre o que é melhor para a empresa e para o seu futuro nela?

Vivemos um mundo muito rápido hoje. As coisas mudam antes de estarem estabelecidas. Inovação? Já virou commodity. Se você não inova, se sua empresa não inova, ela não consegue crescer e nem se manter. Se você não escuta seu publico interno, você não conhece realmente os seus problemas. Se você não olha com distanciamento, não pode avaliar o seu caminho.

O tempo que inovação era “diferencial" já foi. Passou. Agora, inovar é obrigação de todo dia.

Já aconteceu antes, com a sustentabilidade… De opção e argumento, passou a ser obrigatória, no comportamento de pessoas e empresas. Não é pra você e sua empresa ainda? Se cuida. O conceito é cobrado no mercado e envolve a própria perenidade da empresa, do produto, da pessoa.

Abram os olhos. Quem viu e vivenciou tantas coisas, tantas mudanças, não pode sequer imaginar que as pessoas não tenham mudado e que tudo continue como a 30 anos atras…

Acorde para o 2018. 

Seja estratégico, olhe de fora, seja disruptivo, USE a tecnologia, mas foque nas pessoas. Planeje e FAÇA. Pare de copiar soluções. Encontre formas de criar as suas próprias saídas. Capacite-se, capacite seus parceiros. Respire, capacite-se mais! FAÇA mais! Acredite e invista nas pessoas, nos relacionamentos. Seja empático! Seja real.

Não sabe como nem o quê fazer? Procure ajuda! 

Tome cuidado com soluções prontas, para problemas que são personalizados. 

E, principalmente, pare de insistir nos mesmos erros. 

Pare de responder a 2018, como se estivesse em 1988. 


Em tempo:  Alguém tem o Telegram dos Vulcanos? Tô cansado de esperar.



Blog de Paulo Braga Prado

Conversa afiada...

Postado em 28 maio 2015 às 0:33 0 Comentários

Buenas!!!

Como vão, designers?...

Nas últimas semanas rolou uma conversa dentro de um projeto do qual estou participando, que fiquei com muita vontade de dividir com vocês. Trata-se de um evento, onde teremos um painel reunindo TI e Publicidade. Quando fui convidado a auxiliar no “recrutamento” de…

Continuar

Pode ser uma boa hora...

Postado em 3 fevereiro 2015 às 12:01 4 Comentários

Já falei aqui, que minha visão de design, com o passar do tempo, tem se tornado cada vez mais estratégica. 

Nessa semana, deixei de participar de uma reunião setorial de um determinado mercado, que é considerado um mercado muito promissor. Depois falando sobre a…

Continuar

Feliz Ano Velho*

Postado em 12 janeiro 2015 às 11:30 0 Comentários

É mais ou menos assim que eu me sinto.

Estamos entrando em um ano de “crise”. Mais um ano de crise. Quantos anos de crise eu já vivi? Melhor contar os anos SEM crise. :p

 

Engraçado que em todo “início de crise”, ouvimos invariavelmente aquela frase: “É uma época de oportunidades!”

 

Otimismo exagerado? Nem tanto. Se você for…

Continuar

Growth Hacking está chegando...

Postado em 16 dezembro 2014 às 12:36 0 Comentários

O que é Growth Hacking?… Em uma palavra? Pressa!

Podemos dizer que é uma maneira de pensar, uma técnica que surgiu no ambiente de startups no vale do Silício.

 

A expressão hacking aqui, está associada a hacker. Mas não com a entonação errada que costumamos ouvir. Hacker não é o cara que invade o seu computador. Esse é o Cracker. Hacker são usuários muito habilidosos, curiosos, capazes de contornar…

Continuar

A hora que a brincadeira fica séria, mas continua legal!

Postado em 10 dezembro 2014 às 23:25 0 Comentários

Semana passada, tivemos uma iniciativa muito legal e que acredito - espero! - a maioria de vocês tenha assistido pelo menos algumas das palestras. Foi o Innovation Experts 2014

Eu tentei ver a maioria dos webinares que foram propostos. Muita coisa sobre inovação, como não poderia deixar de ser. Entre os que mais gostei, o que falava…

Continuar

Depois do chefe, vem a verdade....

Postado em 3 dezembro 2014 às 12:22 2 Comentários

A primeira visita foi um sucesso!

O cliente gostou de você, acredita no que você propôs.

As portas da empresa estão abertas e agora começa o trabalho!

 

E o projeto começa pela interação do designer com a equipe da empresa.

Conhecer a todos.  Diretores, gerentes, funcionários chave. Explicar o que está sendo pensado e o que será…

Continuar

Expectativas

Postado em 26 novembro 2014 às 23:48 0 Comentários

Estou com uma ideia aqui…”

Fiz um layout fantástico…"

 

É com os amigos que fazemos os primeiros “testes" das nossas criações e ideias. É sempre bom, ter aquele amigo “pessimista”. Destruidor, que vai listar 300 dificuldades só para dar os primeiros passos. Que vai enxergar algo completamente perturbador no seu…

Continuar

Concorrência Criativa, Learn Startup e a eterna mania de fazer sem planejar…

Postado em 19 novembro 2014 às 11:55 0 Comentários

Há um tempo atras, estava conversando com um amigo, empreendedor serial.

Ele citou o uso que fez de uma determinada ferramenta que se auto classificava como de “concorrência criativa”, para design. Traduzindo, o…

Continuar

Inovação. Essa palavrinha mágica…

Postado em 11 novembro 2014 às 20:49 0 Comentários

De tempos em tempos, aparece aquela palavrinha ou expressão mágica.

Todo mundo quer, todo mundo é.

Só que não, né!

Não adianta tentar ser inovador, com uma estrutura hierárquica ultrapassada.

Mas como tem gente tentando……

Continuar

Feliz Dia Nacional do Design - Um artigo em dois tempos e duas partes.
Ou… Alguma coisa mudou no design brasileiro nos últimos 5 anos. Final! :)

Postado em 5 novembro 2014 às 12:00 1 Comentar

E tempos melhores vieram!

Nos últimos cinco anos a cena do design nacional, mudou.

Estamos muito longe da perfeição, mas o design cresceu em importância. Em credibilidade.

Eu vejo como principal motivo desse crescimento, a popularização. O design chegou ao consumidor. Hoje é reconhecido como valor agregado, uma embalagem mais bem feita, mais inteligente; um produto melhor planejado; uma marca mais interessante; um PDV visualmente ligado ao…

Continuar

Caixa de Recados

Você precisa ser um membro de DesignBR para adicionar comentários!

Entrar em DesignBR

  • Sem comentários por enquanto!
 
 
 

O banner de sua empresa também pode estar aqui.
Entre em contato conosco para saber mais detalhes.
portaldesignbr@icloud.com

Hand Spinner Anti Stress

Fidget Spinner desenvolvido para reduzir o stress e a ansiedade

Fidget Cube Calmante

Um Cubo verdadeiramente Mágico que auxilia no controle emocional, ajudando a manter a calma em momentos de pressão.

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

© 2019   Criado por Portal DesignBR.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Web Analytics Tweet
ed.designstore@gmail.comarrow_drop_down ed.designstore@gmail.com settingsConta / Meu plano webMeus Sites messageEnviar Notificação restoreAgendar Notificações trending_upEstatísticas languageEnglish languagePortuguês perm_identitySair x Você está atualmente no plano gratuito. Já conhece o nosso plano sem publicidade? shopping_cart ADERIR AGORA ✕ Por favor leia os nossos Termos e Condições antes de utilizar o Pushnews [FECHAR] CRIAR CONTAPERSONALIZARINSTALAR JAVASCRIPTFINALIZAR Por favor coloque o código seguinte na secção do HTML (Pode personalizar todas as mensagens aqui)