DesignBR

Vai Design!!

Informação

Design Gráfico

A todos os Designers Gráficos que sinceramente buscam uma união onde se possa contribuir uns com os outros sem dar rasteira em ninguém, nem em si mesmo, rs! Para aqueles que só dão críticas se forem construtivas! Para aqueles que anseiam por aprendizado e conhecimento na área de DESIGN GRÁFICO! *;O)

Membros: 137
Última atividade: 24 Fev, 2016

Design Gráfico

Design Gráfico, refere à área de conhecimento e prática profissional específicas relativas ao ordenamento estético-formal de elementos textuais e não-textuais que compõem peças gráficas destinadas à reprodução com objetivo expressamente comunicacional[1] . é uma forma de se comunicar visualmente um conceito, uma ideia, através de técnicas formais. Podemos ainda considerá-lo como um meio de estruturar e dar forma à comunicação impressa,[2] em que, no geral, se trabalha o relacionamento entre ‘imagem’ e texto. No século 21, a participação do design gráfico expandiu para os meios digitais, sendo utilizado na criação de sites, portais eletrônicos, softwares e diversas outras áreas relacionadas ao Design Digital.

Trata-se de uma profissão levada a cabo pelo designer gráfico que estende a sua área de ação aos diversos meios impressos e digitais de comunicação, resultando, mais concretamente, nas seguintes aplicações:

A função de um designer gráfico é atribuir significados ao artefato por meio de sua aparência, ou seja, o profissional induz o usuário a ver o artefato de determinada maneira, associando-lhe conceitos abstratos como estilo, status, identidade[3] . O designer gráfico é, convenientemente, um conhecedor e utilizador das mais variadas técnicas e ferramentas de desenho, mas não só. Tem como principal moeda de troca a habilidade para aliar a sua capacidade técnica à crítica e ao repertório conceitual, sendo fornecedor de matéria-prima intelectual, baseada numa cultura visual, social e psicológica. Não é apenas um mero executante, mas sim um condutor criativo que tem em vista um objetivo comunicacional alcançado quase sempre por meio de metodologias projetuais que o auxiliam a projetar.

O estudo do design gráfico sempre esteve ligado a outras áreas do conhecimento como a psicologiateoria da artecomunicaçãociência da cognição, entre muitas outras. No entanto o design gráfico possui um conhecimento próprio que se desenvolveu através da sua história, mas tem se tornado mais evidente nos últimos anos. Algo que pode ser percebido pela criação de cursos de doutorado e mestrado, específicos sobre design, no Brasil e no resto do mundo.[4]

Um exemplo desse tipo de conhecimento é o estudo da tipografia, sua história e seu papel na estruturação do conhecimento humano.[5]

Desde os anos 80 os designers tentam levar a frente o projeto de regulamentação da profissão. O projeto, que já foi arquivado sete vezes, foi finalmente aprovado pelo Senado Federal e encaminhado para a sanção da presidente. Pela proposta (O PLC 24/2013, do deputado Penna (PV-SP), fica vedada a entrada no mercado de trabalho de pessoas sem a adequada qualificação para realizar atividades envolvendo desenhos industriais, pesquisa, magistério, consultoria e assessoria, conexas aos desenhos. Além disso, o fruto do trabalho do designer passa a ser protegido pela Lei dos Direitos Autorais. Os diplomas de graduação que serão considerados válidos são os emitidos pelos cursos de Comunicação Visual, Desenho Industrial, Programação Visual, Projeto de Produto, Design Gráfico, Design Industrial, Design de Moda e Design de Produto, reconhecidos pelo Ministério da Educação. O projeto prevê punição para a pessoa física ou jurídica que usar a denominação designer ou empresa de design sem cumprir os critérios estabelecidos na lei. A pena será advertência, após denúncia ao órgão fiscalizador, com um prazo de 180 (cento e oitenta) dias para regularizar sua situação. Esgotado esse prazo, a pessoa ou empresa que permaneça em desacordo estará sujeita às sanções previstas na Lei das Contravenções Penais (Decreto-Lei 3.688/1941).[6]

No Brasil, os profissionais de Design Gráfico são representados pela ADG, que tem como objetivo não só representar, mas registrar, disseminar a atuação do designer gráfico brasileiro, além de congregar os profissionais e estudantes para o fortalecimento do design gráfico nacional e o aprimoramento ético da prática profissional e o desenvolvimento de seus associados.[7]

Referências

  1. ↑ Ir para:a b Villas-Boas, André. O que é [e o que nunca foi] design gráfico. [S.l.: s.n.], 2003. ISBN 85-86695-03-3
  2. Ir para cima MEGGS, Philip B. A history of graphic design. Michigan, Van Nostrand Reinhold, 1992 - Pg.xiii Preface
  3. Ir para cima Cardoso, Rafael. Design para um mundo complexo. [S.l.: s.n.], 2013. ISBN 978-85-405-0098-3
  4. Ir para cima MONAT, André Soares ; CAMPOS, Jorge Lucio de ; LIMA, Ricardo Cunha . Metaconhecimento - Um esboço para o design e seu conhecimento próprio. BOCC. Biblioteca On-line de Ciências da Comunicação, v. 03, p. 01-12, 2008.
  5. Ir para cima LUPTON, Ellen. Pensar com tipos. São Paulo: Cosac & Naify, 2006.
  6. Ir para cima Regulamentação de designer..
  7. Ir para cima Site da ADG. Visitado em 12/02/2015.

Fórum de discussão

CÎROC Vodka

Iniciado por Portal DesignBR 5 Out, 2015. 0 Respostas

Designed by…Continuar

BERRY GOOD AÇAÍ

Iniciado por Portal DesignBR 5 Out, 2015. 0 Respostas

 designed by …Continuar

Manual de Marca? Pra quê?

Iniciado por Portal DesignBR 14 Set, 2015. 0 Respostas

Estudos comprovam a influência das cores no comportamento emocional e físico. Algumas têm efeito estimulante, já outras têm um aspecto negativo e há as que são neutras, sem associação com…Continuar

Caixa de Recados

Comentar

Você precisa ser um membro de Design Gráfico para adicionar comentários!

Comentário de Eneida Maria Correa em 10 maio 2010 às 12:52
Acontece nos dias 21, 22 e 23/05 o 2º Publish Extension - A FORÇA DA MARCA.
Neste evento serão discutidos temas como Branding, Criação, Técnicas de Construção e Distribuição de Marcas e Logotipos. Serão realizados exercícios práticos além de sorteios de livros e assinaturas de revistas. Participe! O prazo para inscrições termina nesta sexta-feira dia 14/05. www.publish.com.br
Comentário de sergio miller em 5 janeiro 2010 às 13:17
Oi pessoal. Terca 5/01/10
Desculpa a demora. E que fiquei sem emprego e tive que batanhar para conseguir uns freelance. A coisa por aqui esta preta, A nivel de Diretor criativo nao tem nada. Os recrutadores nao conseguem nada para mim. e os "job boards" nao tem nada. A unica coisa que existem sao empregos para web developer e interface designer. Coisa que eu nao sei.Quem tem talento e sabe programmar em actionscript , PHP, e outros scripts e rei.
Mas a gente vai levando.
sergio
Comentário de sergio miller em 16 novembro 2009 às 12:31
Monday, 16/11/09
Vamos comecar do comeco. Vou falar hoje um pouco de como um tipico Americano ingressa numa universidade para fazer Graphic Design.

Como aqui nao tem vestibular eu fiz a aplicacao para ingressar na San Jose State University em San Jose California. (sul de San Francisco) em 1982 com 23 anos.

Estava em duvida se tentaria ingressar na Pomona Polytech em Los angeles ou na San Jose. As duas universidades tinham otimas escolas de design.

Claro que se eu tivesse a grana ingressaria na San Francisco Art Institute que era e talvez ainda seja a numero um em design. Cursou a art institute era um emprego nas melhores agencias garantido.
Eu nao tinha a grana para pagar a mensalidade e apliquei para a San Jose que era uma boa escola.

Como parte de entrar numa universidade tive que fazer um teste de ingles e matematica chamado SAT que todos os estudantes candidatos tem que fazer. Esse teste conta tambem para o ingresso. Nao chega a ser um vestibular porque variios outros criterios influenciam a entrada numa universidade.

Bem, fui mal no teste e so entrei para a universidade porque tinha servido o exercito americano por 3 anos e como veterano fiz uso de um programa para veteranos que me facilitou a entrada.

Isso nao quer dizer que sem isso nao conseguiria entrar. Provavelmente teria que tirar alguns cursos para melhorar meu ingles e matematica que havia esquecido, na universidade mesmo. O ingresso em universidades depende muito em qual universidade voce esta querendo entrar. Uma universidade como Stanford alem de ser muito cara voce tem que ser um quase super heroi para entrar. As universidades estaduais sao mais faceis. Quanto mais obscura mais facil de entrar.

Existem bolsas de todos os tipos e muita gente entra e tem seus estudos pagos inteiramente ou parcialmente por uma bolsa. Atletas por exemplo, e especialmente jogadores de futebol americano pois as universidades tem times semi profissionais e o dinheiro rola solto besses trneios de universidade.

Entao como morava em San Jose entrei para a universidade local. Consegui entrar para a escola de artes e nao para design direto porque a escola de design estava "impacted" quer dizer, muita gente queria entrar e poucas vagas, e teria ao fim do meu 2do ano fazer um teste e um portfolio review para poder cursar as classes mais altas, se voces entendem.

Todas as universidades daqui sao pagas. Meu filho cursa propaganda e paga quase 3 mil dolares por semestre. Uma Stanford seria 20 mil dolares por ano por exemplo. e o Art Institute provavelmente 100 mil pelo curso universitario de design, para voces terem uma ideia o previlegio voces tem ai de ter universidades de graca.

Bem por hoje esta bastante. Continuarei mas tarde.
Comentário de Givaldo Jonathan Souza Santos em 16 novembro 2009 às 8:33
Bom pessoal já no meu caso, sou estudante do curso de Design Gráfico da universidade tiradentes, que fica no estado de Sergipe, minha maior experiência na area foi com trabalhos que diziam respeito a computação gráfica 3d, tenho 19 anos, e executo tarefas na area a 2 anos....
Comentário de Athos Aguiar em 15 novembro 2009 às 11:39
Taí uma coisa que muito me interessa! Sou muito curioso por conhecer o mercado publicitário dos EUA (e quem sabe um dia trabalhar lá/aí), poder juntar o melhor dos dois mundos =]

Ansioso pelas histórias! ^^
Comentário de sergio miller em 14 novembro 2009 às 14:55
Entao uma vez por semana contarei uma historia. O que enteressaria a voces saber? Tenho 22 anos de carrera em design.. E por sinal vao me perdoando o portugues porque a 30 anos fora a lingua perde um pouco e a grmatica ja se foi. Aguardem.
Comentário de Gabrielle Amaral Teixeira em 14 novembro 2009 às 12:38
Com certeza vai ser bem interessante. E muitos, como eu podemos aprender com isso. Toda experiência é bem vinda! *;O)
Comentário de sergio miller em 12 novembro 2009 às 20:34
Coluna
Vou comecar uma coluna descrevendo as peripecias de um designer brasileiro que trabalha e mora no EUA a 30 anos. Acho que tenho coisas a contar. Tive a minha firma por 18 anos e ja trabalhei para muita compania boa e ruim. Tudo isso com uma pespectiva puramente Americana pois numca trabalheii no Brasil. Hoje trabalho como Diretor Criativo.
sergio
 

Membros (133)

 
 
 

O banner de sua empresa também pode estar aqui.
Entre em contato conosco para saber mais detalhes.
portaldesignbr@icloud.com

Hand Spinner Anti Stress

Fidget Spinner desenvolvido para reduzir o stress e a ansiedade

Fidget Cube Calmante

Um Cubo verdadeiramente Mágico que auxilia no controle emocional, ajudando a manter a calma em momentos de pressão.

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

© 2019   Criado por Portal DesignBR.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Web Analytics Tweet
ed.designstore@gmail.comarrow_drop_down ed.designstore@gmail.com settingsConta / Meu plano webMeus Sites messageEnviar Notificação restoreAgendar Notificações trending_upEstatísticas languageEnglish languagePortuguês perm_identitySair x Você está atualmente no plano gratuito. Já conhece o nosso plano sem publicidade? shopping_cart ADERIR AGORA ✕ Por favor leia os nossos Termos e Condições antes de utilizar o Pushnews [FECHAR] CRIAR CONTAPERSONALIZARINSTALAR JAVASCRIPTFINALIZAR Por favor coloque o código seguinte na secção do HTML (Pode personalizar todas as mensagens aqui)