DesignBR

Vai Design!!

Fazia um tempo que não postava nenhuma discussão, mas, estou indignado.
Segundo o site do Ministério do Trabalho e Emprego
Temos as listagens das profissões regulamentadas!
Ex: Garimpeiro, Lavador e Guardador de Veículo, Leiloeiro, Motoboy e até Peão de Rodeio.

E O DESIGNER?

Estava olhando os PL sobre a REGULAMENTAÇÃO de design no site da Câmara e cada vez ficando mais indignado!
Os argumentos sobre a NÃO REGULAMENTAÇÃO são de visíveis interesses politicos e economicos!
Ai eu lhes pergunto,

Porque o Sr Deputado LUCIANO CASTRO, SEMPRE TEM QUE SER DO CONTRA?
Porque o Sr Deputado fala tanto sobre o inciso III do art. 5º da Constituição Federal – liberdade de trabalho.

Por um acaso o Sr. deixaria alguem fazer uma cirurgia em sua mãe que não fosse médico Sr. Deputado?
Isso deve está ferindo o inciso III do art. 5 da Constituição, afinal, tem gente no interior e locais indiginas que sabem fazer o parto de uma criança, o que diria uma SIMPLES cirurgia em Vossa mãe Sr Deputado!
Mas, um produto, que tem que ter toda analise de projeto, estética, ergonomica e por aí vai, qualquer pessoa pode fazer né Sr. Deputado?
Fica difícil, acreditar em política, quando os que nos representam ou melhor os que DEVERIAM nos representar votam sempre CONTRA um interesse de toda uma Classe. Muito obrigado Sr. Deputado

Ahh e ainda vem me falar de RESERVA de mercado?
Temos que fazer como os políticos rapaz, garantir essa "reserva"! Afinal são reeleitos infinitamente não é Sr. Deputado? Tem uns que reservam até lugar pra família lá dentro!

E assim termino meu post. Agradecendo ao Sr. Deputado, pela sua NOBRE ajuda como representante!

Exibições: 221

Responder esta

Respostas a este tópico

Segundo as normas da comunidade, nós somos A FAVOR da regulamentação.
Não precisamos mais discutir se queremos ou não e sim, QUE TIPO de regulamentação desejamos.
Queremos a regulamentação sim, mas COMO?
Essa é a discussão que precisa ser feita.
Enzo,
Você tem razão quando diz que é uma política ignorante e burra. Eu diria que é até uma "sociedade" burra e ignorante. Mas essa ignorância é reflexo da nossa incompetência em não conseguir ensinar à sociedade o que fazemos.

Todas as profissões regulamentadas citadas no post se explicam com no máximo 5 a 6 palavras.

Eu pergunto: O que faz o designer?
Todas as respostas que temos são superficiais e/ou "floreadas".

Se alguém conseguir, em 5 ou 6 palavras, explicar com maestria o que o designer faz, que o faça.

Se não, não vai adiantar bater na tecla de que essa ou aquela é, e a nossa não.
Mas isso seria como regulamentar um médico - clínico geral e não regulamentar um médico - ortopedista. O importante é regulamentar a profissão - DESIGNER. Isso já seria ótimo!
Pois é Andrea,
porém como resolver isso, se é exatamente este o ponto que mais barra os projetos de regulamentação?
O Design tem várias vertentes hoje e, de acordo com as leis para regulamentações, se formos olhar o todo, não será regulamentado nunca plo seguinte:
1 - produtos e interiores especialmente podem colocar sim constantemente o usuário em risco de morte n maioria dos projetos.
2 - gráfico e web, muito pouco provável que isso conteça.
3 - interação: pode e não pode, depende do ponto de vista
4 - moda: depende do produto
e assim por diante.

Porém, o pior de tudo é ver o Design ser confundido com artesanato. Logo:
1 - produtos = bijoux, cestaria, bordados, escultores, etc
2 - interiores = decoração
3 - moda = costureiras, bordadeiras, etc
4 - gráfico = desenhista
e assim por diante...

E tem um outro problema: quando se fala em responsabilidade técnica, grande parte dos profissionais de vertentes que NÃO COLOCAM EM RISCO O USUÁRIO se colocam contra.

Fica difícil. Não sei ainda se sou favorável à regulamentação segmentada porém, esta se mostra a mais viável na atual conjuntura.

Mas ainda sou mais de conscientizar e politizar sobre o Design, dar visibilidade ao mesmo não só no meio acadêmico mas sim, e especialmente, na mídia e junto aos políticos.
Paulo, algo que me incomoda é:
Pq nas propostas de regulamentação não são adicionado parágrafos que exprimem que Design não é artesanato, que Designer não é desenhista, etc.?
E mais: Pq não se adiciona, como apoio argumentativo, a visão do MEC sobre o que é necessário para ser um Designer?
E mais: Pq não se adiciona exemplos de trabalhos que causam riscos a sociedade se não forem feitos por um profissional capacitado?
E completo, Design digital e gráfico causam FACILMENTE riscos aos usuários sim. Riscos indiretos: Por exemplo um investimento feito em um site com a esperança de tirar a empresa da crise. Esses dados estatísticos podem sim ser adquiridos FACILMENTE pelos Designers que por exemplo fizeram re-design de um site. Eles vão poder mostrar por meio de dados técnicos e científicos o numero de acessos antes e depois do re-design, aumento de lucros para a empresa aumento de visibilidade... pq não adicionam estes gráficos na proposta?

Até agora todas as propostas teimam em apresentar um fim, sem qualquer didática ou comprovação científica que são extremamente necessárias para se fazer entender por qualquer pessoa que não seja um Designer!
Caramba, agente fala, fala e fala que os políticos não entendem o que fazemos mas não aprendemos com isso apresentando uma proposta realmente consistente em todos os aspectos! Pq? Vamos buscar isso!
Além disso tudo, pq esse tipo de discussão sempre aparece ao invés de discutir como melhorar as propostas? Simplesmente pq não existe na web um agrupamento com todas as propostas que já foram a votação ou não! Proponho parar agora de reclamar e lamentar e começar por aí!
Juntemos todas as migalhas sobre regulamentação e colocamos todas aqui (na comunidade) com as respectivas avaliações de seus relatores.
A partir disso vamos ter uma enorme gama de cabeças INFORMADAS pra debater efetivamente sobre onde estão os erros e definir uma proposta realmente condizente com o problema. Problema, algo que, em tese deveríamos saber solucionar, já que esse é nosso fundamento como profissão.

Abraço
E eu pergunto para adiantar:
Alguém tem alguma noção de quantas propostas já foram apresentadas e negadas/arquivadas?
...iniciando uma busca*
você vai me desculpar mas decoração é o nome antigo do design de interiores.
Na Universidade Federal de Uberlândia já existe esta graduação há mais de 35 anos e o nome antigo era decoração, ou seja, não importa o nome, mas sim se a pessoa é graduada ou não.
O curso de design de ambientes tem a grade corricular diferente do curso de decoração. Então definitivamento designer de ambientes ou de interiores não é decorador. Nós designer de ambientes precisamos nos posicionar no mercado para conquistar o nosso espaço como designer e não como decorador.
Me desculpe , mais sobre as grades curriculares diferentes entre cursos de Designer de interiores e decoradores vc deveria se informar melhor! A mais de 30 anos na Universidade Federal de Uberlândia tem o Curso de Decoração , hoje Design.E mudanças nas grades horárias de cursos sempre acontecem pra atualização e melhor ensino, e tenho certeza que a UFU , não coloca profissionais no mercado sem qualificação e sem que eles tenham uma execêlente capacitação! Dizer q um Decorador é inferior a um Designer,ou é total desconhecimento do assunto! Não importa o nome,o importante é se a pessoa é graduada ou não.
Meninas, acho que está havendo um erro de comunicação por aqui
designer é bem diferente de decorador.
O que acontece é que, exatamente por causa das nuances e diferenças nos trabalhos de um e de outro, acabou-se adotando termos diferentes e os cursos alteraram seus nomes de decoração para design.
Tem muita diferença entre um e outro profissional e isso tem de ser observado pela matriz curricular do curso.
Então, se a sua matriz compreende conhecimentos como eletrica (iluminação), gesso, conforto termico e acustico entre outras, independente de seu diploma ser de decoraçção de interiores, hj o seu titulo é de design de interiores/ambientes.
O termo decorador ficou para aqueles que optaram por cursos minimos, com carga horaria inferior a 1000hs tipicos do senac e outras escolas. Não aprendem a lidar com a parte mais tecnica de um projeto.
Isso tem a ver também com a falta de regulamentação onde algumas pessoas simplesmente acordam um dia e dizem: a partir de hj serei designer de interiores, quando na verdade, apenas pelo bom gosto, não passam de decoradores.
Sei disso pois foi o pano de fundo de minha monografia de pós e de uma exaustiva pesquisa não só aqui no Brasil, mas sim no exterior tbm pois foi onde surgiu esta diferença que posteriormente foi trazida pra cá.
Rodrigo,
calma rsrsrs

seguinte, o texto do PL que vimos - e dos outros passados - dizem respeito apenas ao teor da LEI em si.
Toda essa argumentação em torno do Design tem de ser feita na justificativa do PL, coisa que não aparece claramente no texto ficando este apenas com "pinceladas" sobre o assunto.
É lá na justificativa que tem de ser exploradas todas essas questões gerais sobre Design e específicas dentro de cada vertente. Com isso, imagine o tamanho que o texto acabará ficando. Duvido que algum parlamentar vá ler tudo, na certa irá pedir a algum assessor ler e explicar resumidamente para ele depois. Aí ferra tudo pois vira um telefone sem fio, digno de "achistas" (MORIN).
Com relação aos riscos, para a regulamentação de uma profissão, segundo algumas normas e diretrizes, essas só serão regulamentadas se colocar a VIDA do usuário (pessoa) em risco, não o negócio (empresa) como você colocou.
Bom, que eu me lembre de cabeça agora, se não me engano já foram 5 propostas, todas rejeitadas.
Hm, rs stress sobe mesmo ahah. Paulo, a Justificativa do PL a que você se refere é a encontrada ao final de cada PL?

RSS

O banner de sua empresa também pode estar aqui.
Entre em contato conosco para saber mais detalhes.
portaldesignbr@icloud.com

Hand Spinner Anti Stress

Fidget Spinner desenvolvido para reduzir o stress e a ansiedade

Fidget Cube Calmante

Um Cubo verdadeiramente Mágico que auxilia no controle emocional, ajudando a manter a calma em momentos de pressão.

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

© 2019   Criado por Portal DesignBR.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Web Analytics Tweet
ed.designstore@gmail.comarrow_drop_down ed.designstore@gmail.com settingsConta / Meu plano webMeus Sites messageEnviar Notificação restoreAgendar Notificações trending_upEstatísticas languageEnglish languagePortuguês perm_identitySair x Você está atualmente no plano gratuito. Já conhece o nosso plano sem publicidade? shopping_cart ADERIR AGORA ✕ Por favor leia os nossos Termos e Condições antes de utilizar o Pushnews [FECHAR] CRIAR CONTAPERSONALIZARINSTALAR JAVASCRIPTFINALIZAR Por favor coloque o código seguinte na secção do HTML (Pode personalizar todas as mensagens aqui)