DesignBR

Vai Design!!

Bem, muitos aqui irão me apedrejar por isso...

Sei que, toda profissão merece respeito, sei que devemos dar valor ao profissional formado, sei que devemos dar valor ao médico, ao dentista, ao designer e etc...

Porem existe um grande questionamento de minha parte, sobre "Formação Vs Conhecimento".

Espero que tentem me intender.

Em meados de julho do ano passado, recebi uma proposta para uma vaga de 'designer' em uma agencia de publicidade aqui em minha cidade (Araçatuba / interior de SP) uma agencia pequena, não tinhamos muitos clientes.

Pois bem, eu não sou formado, porem tenho uma experiencia com softwares (calma, não sou micreiro, não saiu fazendo trabalhos e dizendo que sou Designer Gráfico) no tempo que trabalhei na agencia, dei o meu melhor la, sempre me esforcei pra estudar mais sobre a area, ampliando meus conhecimentos e aperfeiçoando minhas técnicas :) , mas resumindo, não sou formado, porem sei me virar bem na hora de fazer algum job.

Agora partimos para onde quero chegar com esse tópico:

Na epoca que trabalhei na agencia, o meu ex-patrão me disse que, ele me pagaria pouco, pois eu não sou formado. Ok, isso faz um pouco de sentido, não pera ai, eu não sou formado, eu não passei num vestibular, não entrei numa faculdade, não fiquei 4 anos estudando Design Gráfico, mas eu sempre consegui me virar bem nessa area, sempre fiz meus jobs e os clientes sempre gostaram (não, não são clientes que aceitam qualquer coisa) agora o ponto mais importante disso.

O que voces pensam sobre isso? sera que conhecimento também não vale? conheço pessoas que fizeram faculdades (de cursos variados, não só DG) e não tem muito conhecimento, agora sera que por que eu não sou formado, as minhas madrugadas de estudo, não devem ser levadas a sério?

Não estou querendo desvalorizar o profissional formado na area de Design Gráfico, não me intendam mal, mas meu ponto de vista é o seguinte 'se eu estou dando resultados, não importa se sou formado ou não'

Qual o ponto de vista de vocês sobre isso?

Obrigado.

Exibições: 209

Responder esta

Respostas a este tópico

Antes de mais nada, temos que ter a constante relacionada que é: pessas formadas ou não podem ser boas e podem ser ruins. Depois que todos concordamos nisso, vamos ao valor do conhecimento.

O que ocorreu no teu caso é que mesmo vc tendo conhecimento, ele não pode ser documentado. Isso, para muita gente na sociedade é sim um empecilho. E isto não tem nada haver com design, mas sim com cultura.

Acredito sim que o estudo deve ser valorizado. No mínimo estimulado.

Não podemos entrar numa discussão eterna sobre quem é melhor. E também não podemos levar esse tipo de atitude ( do contratante), como padrão. Já tive um chefe que, vc demonstrando o quanto sabe vc recebe a mais ou a menos. Ele não se importa se o cara fez um curso formal ou não. Mas conheço lugar que só fica com quem estudou ou está cursando alguma faculdade.

Enquanto não houver um padrão, vc vai ter que se adaptar ao que pedem ou ir atrás de outra coisa.
Com padrão, sem padrão, com formação, sem formação, no final, você vai sempre ter que se adaptar ao que pedem. Isso é uma verdade absoluta.
Tenho dois cursos superiores. Isso me deixaria confortável para defender a formação e descer a lenha nos autodidatas. Penso, porém, que nenhuma verdade é absoluta e no mundo corporativo não há certezas (o 'consagrado' de hoje pode não ser o de amanhã). O ambiente acadêmico é extremamente propício ao aprendizado, à troca e à aquisição de conhecimentos. É um catalizador da formação. A sintonia desse espaço costuma favorecer e fomentar a obtenção de ferramentas importantíssimas para um futuro e pleno desenvolvimento profissional. Ocorre, porém, que essa não é a única maneira de se obter isso. Livros, internet, pessoas, mostras, debates, palestras, workshops e o próprio trabalho são fontes igualmente importantes. A SEDE de aprender é mais forte do que qualquer banco de universidade. E sede de aprender deve estar presente em todos aqueles que desejam evoluir, sejam formados ou não formados, pós-graduados ou técnicos, jovens de 18 anos ou velhos de 80.

Minha filha cursa Biologia e meu filho Publicidade. Ambos, porém, foram estimulados a buscar outros conhecimentos desde sempre. Literatura, línguas, arte, música... Isso faz o cérebro se manter ativo (e altivo), esabelecendo conexões inusitadas, cosa que nenhuma universidade pode oferecer.

Acho a formação superior importantíssima. Adoro o ambiente acadêmico (meu terceiro curso será arquitetura). Acho, entretanto, que ela não se sustenta sozinha. Concluí meu último curso superior em 1986. De lá para cá venho estudando como um aluno alucinado às vésperas de um vestibular. O motivo disso? O mundo muda diariamente. A vida é uma só. Quero acompanhar as mudanças e viver cada dia da maneira mais completa que for possível. O estudo (nas universidades e na vida) tem sido meu grande aliado e também um enorme prazer.
Exato. Esse é o caminho.

Dentro de um ambiente acadêmico ou fora dele, o importante é sempre estudar, e muito. O que faz o prifissional não é o ambiente acadêmico, esse só facilita algumas coisas. O profissional é medido sempre pela sua capacidade em usar seu dom para realizar coisas incríveis, seja qual foi a forma que adquiriu e desenvolveu seu talento.

Nesse link, um projeto que retrata exatamente esse pensamento: http://www.asteriscoproducoes.com.br/botando-a-mao-na-massa/

Nesse aqui a ABRAEP, associação de acadêmicos e profissionais de comunicação, mostra que é exatamente esse o caminho: http://abraep.com.br
Ola pessoal. Eu penso assim ter conhecimento e um formação é ótimo. Pois são experiências bem diferentes. Eu mesmo aprendi muito me formando. Aprendi mais com conversas na hora do intervalo com professores e alunos. Então não é nem questão de qualidade de trabalho. Mais sim um amadurecimento de um profissional. Minha faculdade vai acabar na metade deste ano, e já estou procurando uma pos – graduação.
pois sei que vai ser uma experiência nova que vai acrescentar muito no meu trabalho.
Bom, o fato de não cursar uma faculdade, não quer dizer que a pessoa não estuda.

Trabalho com Design desde 1999 e, pela correria da profissão e as dificuldades financeiras, não pude fazer uma faculdade logo que terminei o colégio...

O tempo foi passando, oportunidades foram aparecendo e eu acabei não fazendo, hoje vivo do design, trabalho com designers formados, com pós e sou reconhecido por isso, inclusive, fiz 4 TCCs como freela (3 de Publicidade de Design) para faculdades renomadas e isso me fez desacreditar ainda mais nessa historia de "diploma".

Por outro lado, é óbvio que um documento abre muitas portas e estar em um ambiente criativo traz inspiração, referências e contatos futuros, mas no meu caso, o fato de não ter podido cursar (formalmente) uma faculdade, me fez querer estudar cada vez mais e querer estar sempre 1 passo a frente pra não ser engolido, principalmente por recem formados.

Não sou contra faculdade, pelo contrário, ainda quero cursar uma, porém muito mais por satisfação pessoal do que por necessidade.

ABRASSSS
IVAN QUERINO
www.ivanquerino.net
Exatamente, fui pago por elas pra fazer seus trabalhos finais.... tambem acho um absurdo, mas infelizmente tem muito disso, provavelmente esses que se "formaram" com meu trabalho estejam ganhando mais e tomando o lugar de muita gente boa.
Perfeito. Estudar é o segredo. Eu sou profissional com 11 anos de mercado e nunca deixei de estudar. Não sei porque ainda se vincula o termo estudante aos acadêmicos. Sou um profissional estudante.
O conhecimento vale, e a boa fé também. No caso, seu patrão pareceu usar a formação como desculpa. Se realmente pudesse pagar por alguém formado, teria feito esta exigência na contratação.

Essa mesma cultura que "exige" o diploma, o desvaloriza na hora do planejamento administrativo de algumas pessoas / empresas. O melhor exemplo que tenho são os estagiários, tradução da mão de obra "graduada e barata"; o segundo é o sem-numero de reclamações quanto à [falta de] consciência de quem procura pelos serviços de design e comunicação.

Diria também que formação não "duela" com o conhecimento, mas o complementa: a capacidade de interpretar, o que se vê e o que se lê; a sua capacidade de traduzir o que projeta para resolver um determinado problema. Isso independe de graduação: é o refino da formação pessoal.

E será a forma como você traduz o seu conhecimento que determinará quanto ele vale, em todos os sentidos.
Mantendo-se consciente deste valor profissional, vc se adapta ao que pedem, ou vai atrás de outra coisa [3].
Como já disseram em outro fórum, é possível ser designer sem formação acadêmica?sim, mas não é aconselhável. Eu concordo com isso quando vejo a pressa que o mundo tem hoje. É tudo muito rápido, num estalo. Onde sobra espaço para discussões intelectuais? Gestão de conhecimento? Muitas vezes não sobra. A academia preserva um pouco disso, você tem um leque se abrindo na sua frente. citaram os pintores de antigamente.antigamente, essa pressa não existia ,eles tinham seu meio para discussões, conversas e tudo mais. Os jornalistas de hoje vão discutir suas posições, trocar idéia quando?Na correria das redações?Acho difícil...Mas voltando ao Design, a minha idéia é bem por aí,é possível?Tem valor?sim, mas não aconselhável.Se puder investir na academia invista.Não pelo canudo, mas pela experiência, que conta muito.
Cara :posso te explicar ,para toda profissão existe o conhecimento e a formação hoje em dia existe muita concorrência em todas as areas principalmente nesta . Devido a procura de emprego e de formados na area ,
O Patrão desvaloriza os que tem menos estudos e para eles não conta o conhecimento e sim o seu diploma.
so vão avaliar o seu conhecimento quando jogar as responsabilidades em desenvolver os trabalhos e ver que esta sendo apto e satisfatorio para eles (e dando lucro. ) fora isso nos somos apenas um numero dentro das empresas e se não somarmos estamos fora ,mas tem um ponto possitivo em vc, se tiver dando lucro com o seu trabalho ainda mesmo sem a formação curricular estara dentro dos objetivos da empresa, por tando aconselho que faça um curso de 2 anos em uma faculdade de nome ai meu caro voçê vai andar de cabeça erguida e parar de gastar o seu tempo discutindo conhecimento com pessoas que da maioria das vezes não vale a pena .
o conhecimento e para ficar guardado junto com sua bagagem e serve para vc sobreviver dentro das empreasas .
pense nisso sucesso em 2010.
Amigo, meu trabalho sempre me levou a muitos lugares bacanas, formação é para quem precisa, não se deve desprezar a " INTUIÇÃO ", essa nenhuma faculdade ensina. Vai fundo no que seu coração e mente te dizem.Tambem não sou formado mas vivo bem a 20 anos com meu trabalho. E não tenho reclamação de meus clientes.veja meu trabalho no www.deadlinedesign.blogspot.com. Abraço

RSS

O banner de sua empresa também pode estar aqui.
Entre em contato conosco para saber mais detalhes.
portaldesignbr@icloud.com

Hand Spinner Anti Stress

Fidget Spinner desenvolvido para reduzir o stress e a ansiedade

Fidget Cube Calmante

Um Cubo verdadeiramente Mágico que auxilia no controle emocional, ajudando a manter a calma em momentos de pressão.

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

© 2019   Criado por Portal DesignBR.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Web Analytics Tweet
ed.designstore@gmail.comarrow_drop_down ed.designstore@gmail.com settingsConta / Meu plano webMeus Sites messageEnviar Notificação restoreAgendar Notificações trending_upEstatísticas languageEnglish languagePortuguês perm_identitySair x Você está atualmente no plano gratuito. Já conhece o nosso plano sem publicidade? shopping_cart ADERIR AGORA ✕ Por favor leia os nossos Termos e Condições antes de utilizar o Pushnews [FECHAR] CRIAR CONTAPERSONALIZARINSTALAR JAVASCRIPTFINALIZAR Por favor coloque o código seguinte na secção do HTML (Pode personalizar todas as mensagens aqui)