DesignBR

Vai Design!!

É comum vermos muitos Designers reclamando das associações existentes. Às vezes por falta de atuação efetiva das mesmas, às vezes por serem associações que permitiram infiltrações de outros profissionais que acabaram por minar as ações pró-design, outras vezes por tratar-se apenas de panelinhas e assim por diante.
Eu mesmo sou um dos que sou contrario à associação que tenta impor-se como soberana na área de Interiores por "N" motivos que muitos já conhecem e já foram deixados mais que claro.

Com isso pergunto:
Você toparia fazer parte de uma associação feita por DESIGNERS voltada exclusivamente para DESIGNERS (diplomados) que visasse trabalhar em prol da classe frente ao mercado, educação em Design e outros assuntos pertinentes e necessários ao nosso dia a dia?

Uma associação que agregasse todas as áreas do Design, sem distinção ou favoritismos por uma ou outra?

Exibições: 227

Responder esta

Respostas a este tópico

Kico,
Você pode até atacar, mas os argumentos com outros argumentos.
Nunca a pessoa. Você pode nunca concordar, mas todos podem argumentar e defender a sua própria opinião.

Ataques pessoais, não serão mais aceitos.
É por essas e outras que temos mesmo que fechara as portas. Tem que ter formação acadêmica e pronto!

Chega desse povo que sabe usar o Corel e Photoshop se rotular como designers. O engraçado é que só acontece isso com design gráfico.
Caramba... essa discussão vai longe!
Mas concordo em partes com algumas pessoas.

A questão é... é muito raro termos uma associação, seja ela de DESIGN, ou para DESIGNERS, com o intuito único de fortalecer a profissão - ainda mais sem panelinhas!!!
Temos um agravante: nossa área se subdivide em muitas especialidades - gráfico, produto, interiores, interfaces, enfim... há tantos meios, tantas formas de se estudar Design, que realmente fica complicado se estabelecer no mercado!
E digo mais, uma pessoa comentou que designers estão roubando trabalho de arquitetos... aí é que me pergunto novamente: até que ponto ???
Não seriam eles que estão roubando nossa área???

Por mtas vezes me fiz essa pergunta durante as aulas da pós que estou fazendo em interiores!
Por mtas vezes percebi que a turma - sendo de maioria profissionais de arquitetura não fazia a menor idéia do desdobramento que determinado assunto poderia ter. Sendo que para mim, era mto fácil, algo que já estava em mim, e entendo que isto era devido à minha formação em design de produto.

Acho sinceramente que temos muito que evoluir como profissionais, o espaço que temos aqui é ótimo para levarmos essas questões adiante, mas vejo muito blá blá blá e pouca ação.

Tenho certeza que conseguiríamos muita força e pessoas dispostas a formar uma boa ASSOCIAÇÃO. Mas tudo depende de bons argumentos, boas idéias, e principalmente de que aqueles que forem realmente participar, tenham acima de tudo HUMILDADE.
Humildade para perceber que tem gente boa sim no mercado e sem formação, tem sim desvalorização por parte da sociedade, e tem sim mta gente formada que não se coça para conseguir algo melhor...

Enfim, sem isto fica bem complicado de iniciarmos algo sério...
Eu concordaria..
e concordo também em uma meio de pensar coletivamente.. juntar opiniões,
e também em participação de pessoas formadas ou que esteja cursando pois, nao é justo ralar, 3 ou 4 anos na facul e nem se quer ser valorizado por isso.
Se nós mesmos não nos valorizamos como cobrar dos outros?

eu concordaria sim...
Concordo com vc. Laís! Sem falar que no ato da criação de uma associação, poderemos abrir as portas para os estudantes (o que seremos eternamente, afinal design sem atualização não é design). Poderiam ser criadas categorias do tipo Sénior e Júnior, por exemplo. No mais, vamos lutar por reconhecimento!
Eu concordo plenamente com a criação de uma associação de profissionais HABILITADOS em design (independente de qual especialidade, desde que comprovada)! 4 anos em um banco de faculdade querem dizer muita coisa sim! Muita dedicação, investimento financeiro, capacitação, interesse pessoal em se aprimorar entre vários outros motivos que eu poderia ficar horas citando. Entendo que pessoas 'criativas por natureza' devem ter a oportunidade no mercado de trabalho (quem somos nós para dizer que não), mas defendo a criação de uma associação somente para GRADUADOS EM DESIGN. As pessoas que não são formadas e os 'profissionais liberais da criação' (vulgo 'micreiros') podem aderir a outras associações como de publicitários, por exemplo. Porque só na associação de designers? Só porque o nome é 'bonitinho', 'moderno', 'tá na moda'? Acho que está na hora de parar com a banalização da nossa profissão! Ou, se formos pensar de uma forma 'libertina', vamos nos associar aos CREA's, CRM's, CREFISIO's, OAB's e demais conselhos e associações existentes no país simplesmente porque 'nascemos com o dom'. ASSOCIAÇÃO DE DESIGNERS HABILITADOS JÁ e mercado de trabalho para todos!
Com certeza!!
Sou de interiores e realmente não concordo com a posição da nossa associação e por isso não faço parte dela.

Concordo com a necessidade de ter uma associação voltada para designes diplomados, por mais que digam que tem gente boa no mercado sem formação eu não concordo que estes podem participar, já que autodidatas existem em qualquer área, e outra, chega de arquitetos nas nossas associações.
não sei... acho que não. Como essa associação funcionaria? Concordo com a ideia do Jorge Montana: Associação pelo Design, incluindo estudantes, curiosos, micreiros, sobrinhos, empresários, etc. Teria que funcionar muito como um filtro, por causa disso. Mas, se fosse apenas um grupo de formados, não teria muita gente disposta a participar... Eu não participaria de discussões ou todas atividades pela regulamentação, por exemplo, mesmo sendo à favor e do meu interesse. Também não participaria muito, em geral... Depende das atividades que fossem surgindo. Seriam atividades pró-profissionais? Ainda prefiro a ideia de uma cooperativa de trabalho, se for o caso – teríamos até CNPJ a preço de banana.
Recebi o texto abaixo e vou postá-lo porque acho que tem a ver com a discussão...

O MEDO CAUSADO PELA INTELIGÊNCIA

Quando Winston Churchill, ainda jovem, acabou de pronunciar seu discurso de estréia na Câmara dos Comuns, foi perguntar a um velho parlamentar, amigo de seu pai, o que tinha achado do seu primeiro desempenho naquela assembléia de vedetes políticas.

O velho pôs a mão no ombro de Churchill e disse, em tom paternal: "Meu jovem, você cometeu um grande erro. Foi muito brilhante neste seu primeiro discurso na Casa. Isso é imperdoável! Devia ter começado um pouco mais na sombra. Devia ter gaguejado um pouco. Com a inteligência que demonstrou hoje, deve ter conquistado, no mínimo, uns trinta inimigos. O talento assusta".

Ali estava uma das melhores lições de abismo que um velho sábio pôde dar ao pupilo que se iniciava numa carreira difícil.
Isso, na Inglaterra.

Não é demais lembrar a famosa trova de Ruy Barbosa:
"Há tantos burros mandando em homens de inteligência, que, às vezes, fico pensando que a burrice é uma Ciência".

A maior parte das pessoas encasteladas em posições de poder é medíocre e tem um indisfarçável medo da inteligência.

Temos de admitir que, de um modo geral, os medíocres são mais obstinados na conquista de posições.
Sabem ocupar os espaços vazios deixados pelos talentosos displicentes que não revelam o apetite do poder.
Mas, é preciso considerar que esses medíocres ladinos, oportunistas e ambiciosos, têm o hábito de salvaguardar suas posições conquistadas com verdadeiras muralhas de granito por onde talentosos não conseguem passar.

Em todas as áreas encontramos dessas fortalezas estabelecidas, as panelinhas do arrivismo, inexpugnáveis às legiões dos lúcidos.

Dentro desse raciocínio, que poderia ser uma extensão do "Elogio da Loucura", de Erasmo de Roterdan, somos forçados a admitir que uma pessoa precisa fingir de burra se quiser vencer na vida.

É pecado fazer sombra a alguém até numa conversa social.

Assim como um grupo de senhoras burguesas bem casadas boicota, automaticamente, a entrada de uma jovem mulher bonita no seu círculo de convivência, por medo de perder seus maridos, também os encastelados medíocres se fecham como ostras à simples aparição de um talentoso jovem que os possa ameaçar.

Eles conhecem bem suas limitações, sabem como lhes custa desempenhar tarefas que os mais dotados realizam com uma perna nas costas...

Enfim, na medida em que admiram a facilidade com que os mais lúcidos resolvem problemas, os medíocres os repudiam para se defender.

É um paradoxo angustiante!

Infelizmente, temos de viver segundo essas regras absurdas que transformam a inteligência numa espécie de desvantagem perante a vida.

Como é sábio o velho conselho de Nelson Rodrigues... "Finge-te de idiota, e terás o céu e a terra".

O problema é que os inteligentes gostam de brilhar! Que Deus os proteja, então, dos medíocres!... ”

Não tenho certeza da autoria, mas consta-se o seguinte:

"O texto acima é de autoria do excepcional José Alberto Gueiros, foi originalmente publicado no Jornal da Bahia na edição de 23/09/1979."

Bem, de qualquer modo aplica-se a diversos campos e situações, inclusive a nossa...

Abs a todos.
Pode até ser... mas existem outros modos de brilhar, que não só ofuscando a tal mediocridade. Basta conseguir se trabalhar da forma mais independente possível, que não se sente tanto essas barreiras mencionadas.

Infelizmente não somos tão talentosos a ponto de conseguir fazer isso.
Mas, Bruno. O texto não diz que pra brilhar seja preciso ofuscar os "medíocres". Diz sim que os "medíocres" ocupam espaços vazios deixados pelos "talentosos displicentes"!
Ora, quem está errando então?!?!?
Quem ocupa o espaço ou quem permite que se ocupe o espaço?
Este texto cuja autoria é citada acima, é apenas uma reflexão inteligente... na minha opinião.
Abs.
Posso estar deixando de entender algum ponto-chave, mas acredito que é justamente por se ter deixado, há tempos, que ocupassem posições importantes de controle, não há nada que esteja fora das opções A. Competir para ocupar de volta esses lugares, ou B. Não competir e ir buscar, quem sabe, novas posições, que sejam mais interessantes—já que essas não foram ocupadas antes provavelmente por falta de interesse.

Repito que talvez falte talento para enxergar que novas posições seriam essas, e, depois, como chegar nelas.

RSS

O banner de sua empresa também pode estar aqui.
Entre em contato conosco para saber mais detalhes.
portaldesignbr@icloud.com

Hand Spinner Anti Stress

Fidget Spinner desenvolvido para reduzir o stress e a ansiedade

Fidget Cube Calmante

Um Cubo verdadeiramente Mágico que auxilia no controle emocional, ajudando a manter a calma em momentos de pressão.

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

© 2019   Criado por Portal DesignBR.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Web Analytics Tweet
ed.designstore@gmail.comarrow_drop_down ed.designstore@gmail.com settingsConta / Meu plano webMeus Sites messageEnviar Notificação restoreAgendar Notificações trending_upEstatísticas languageEnglish languagePortuguês perm_identitySair x Você está atualmente no plano gratuito. Já conhece o nosso plano sem publicidade? shopping_cart ADERIR AGORA ✕ Por favor leia os nossos Termos e Condições antes de utilizar o Pushnews [FECHAR] CRIAR CONTAPERSONALIZARINSTALAR JAVASCRIPTFINALIZAR Por favor coloque o código seguinte na secção do HTML (Pode personalizar todas as mensagens aqui)