DesignBR

Vai Design!!

É comum vermos muitos Designers reclamando das associações existentes. Às vezes por falta de atuação efetiva das mesmas, às vezes por serem associações que permitiram infiltrações de outros profissionais que acabaram por minar as ações pró-design, outras vezes por tratar-se apenas de panelinhas e assim por diante.
Eu mesmo sou um dos que sou contrario à associação que tenta impor-se como soberana na área de Interiores por "N" motivos que muitos já conhecem e já foram deixados mais que claro.

Com isso pergunto:
Você toparia fazer parte de uma associação feita por DESIGNERS voltada exclusivamente para DESIGNERS (diplomados) que visasse trabalhar em prol da classe frente ao mercado, educação em Design e outros assuntos pertinentes e necessários ao nosso dia a dia?

Uma associação que agregasse todas as áreas do Design, sem distinção ou favoritismos por uma ou outra?

Exibições: 227

Responder esta

Respostas a este tópico

Eu concordaria sim. Acho que é importante para a profissão que existam cursos sérios e reconhecidos pelo MEC para que haja moralização e profissionalização. Como não é exigido um diploma, há muito "curioso" por aí trabalhando como designer sem ter o conhecimento necessário para exercer a profissão.
Temos que aprender das experiencias, associacao de designers nao presta, pois designers nao temos, infelizmente o menor poder na sociedade e vamos brigar por coisas que nao interesam a esta.
Diferente de ter ASSOCIACAO DE DESIGN, Nessa acredito, pois inclue a nossos clientes, simpatizantes, outros professionais, governo, meios etc.
Melhor ainda gerar espacos representativos para projetos puntuais, esta é a funcao principal da rede latinoamericana de design e tem dado um sucesso fantastico quando seus associados nacionais vao na briga pelos seus direitos ou para procurar acao política
A rede é aberta a qualquer interesado www.rldiseno.com
Apesar de ser formado, eu acho que tem muito gente boa também, que não é formada, concordo em termo um associação, só não concordo com a palavra "Diplomados", pois discrimina muita gente boa!! Tenho certeza que há espaço para todos!!
Partindo dessa premissa, não há necessidade de formação superior não é mesmo?

Para que ficar fazendo um curso de 4 anos, se matando, tomando tempo e dinheiro para se formar numa profissão que um pessoa sem formação faz o mesmo que fazemos? Não acha um incoerência?

Seria interessante uma discussão do que é uma formação verdadeira do design com formação superior. Isso está me deixando de cabelo em pé. Cada vez me sinto um otário por ter feito um curso de 4 anos, com ingresso por vestibular (tive que derrubar 10 concorrentes) para fazer o que qualquer pereba com um computador e um curso de coredró fazer, é o fim da picada é o fim do caminho.
Todo mundo é designer hoje. Tem cada besteirol como hair design, cake design, fashion design, interior design e tudo que é bobagem. Estamos perdendo a identidade enquanto profissão, aliás, será que já tivemos uma identidade?

Arquitetos, engenheiros, advogados, todos podem ser designers, bastando para isso um pouco de criatividade e bom gosto. Agora tenta um designer ser engenheiro, arquiteto ou advogado? Diante de tanta facilidade em ser design, estou começando a achar um exagero a profissão de design ser de nível superior. Basta um curso de curta duração tipo SENAC, SEBRAE, SENAI para formar um designer, daí qualquer pereba pode seu um.

Agora os designers estão entrando na área dos arquitetos (será vingança ou birra?). Agente ver pessoas dizendo que são designers de interiores. Isso me faz pensar o que as pessoas estão querendo com isso, já que tem arquitetos que fazem esse tipo de serviço batendo uns nos outros? Será que falta profissionais no mercado com esse perfil? Tem outros que fazem arte, será que o mercado necessita desse tipo profissional?

Essas Associações nunca deram certo por causa disso, falta compromisso da categoria dos verdadeiros designers. Porque um arquiteto que tem sua profissão regulamentada e seu Instituto fechado que só aceita arquitetos e que faz design teria interesse numa associação de designers? A mesma pergunta podemos em relação aos engenheiros. E as pessoas que nem formadas são, teriam interesse em se organizar em associações?

A bagunça começa nas próprias universidades, quando fazem currículos abertos com formação generalista, onde se ensina que o aluno pode fazer qualquer coisa, quase um super homem, um Deus. É preciso voltarmos às orígens, pensar o verdadeiro design e ajustá-lo a atualidade econômica e social.

Acredito que se algum dia se fizer uma associação de vergonha, será por profissionais com formação específica, com pensamentos afins. Mas, também podemos ter associações dos sem formação, dos arquitetos designers, advogados designers, padres designers, artistas designers, designers de home page e por aí vai. Vale tudo, vale o que vier, pode até...
Ai Fernando, gostei bastante da sua colocação. Vejo que nesta nossa área a percepção (capacidade de compreender a necessidade do cliente; criatividade; inovação) é o fator primordial em definirmos um mau ou bom design(er). Vejo também muitos profissionais com diploma pendurado na parede (e de escolas renomadas!!) que sequer sabe fazer um desenho técnico digno de uma boa compreensão; vejo muitos profissionais diplomados que sequer tem noção de ergonomia e proporção fazendo verdadeiros "elefantes brancos" quando a solução era uma coisa tão simples... Então me questiono: o que gera um bom design(er), sua formação ou seu conhecimento e experiência?
Sou sim a favor de uma associação séria, porém uma associação livre de preconceitos e padrões pré-moldados.
E só pra finalizar minha opinião, confesso: "EU NÃO SOU DIPLOMADO EM DESIGN", mas minha experiência me formou um bom designer. Já "derrubei" muitos jobs de profissionais diplomados, mas nem por isso me sinto no direito de rotular as pessoas e falar que esses "maus profissionais diplomados" são perebas, como foi mencionado por um indivíduo nesse tópico...
William, curiosos atuarem em diversas profissões não é nenhuma novidade. Temos charlatões atuando como médicos, desenhistas que fazem projetos de arquitetura, arrancadores de dentes se passando por dentistas e por aí vai. Te digo mais, tem gente muito boa atuando como profissional diplomado, mas isso é correto? será que essas pessoas têm a mesma responsabilidade que uma pessoa formada como aquelas áreas do design que incorrem em riscos ao usuário?

A profissão de decoradores acaba de ser regulamentada, segundo informação de ED, e agora? Será que qualquer um poderá fazer projetos de decoração? Duvido, os decoradores irão exigir diploma. É a lei.

Conheço muita gente que faz design gráfico bem, são feras e nunca fizeram cursos superiores de design, mas são pessoas com uma bagagem de décadas de atividades ligadas à área gráfica. Infelizmente esses cursinhos de uso de computadores ensinam o uso de programas como photoshop e corel draw, como curso de design gráfico e permitem que qualquer "pereba" se sinta apto a fazer folderecos e marcarolas, como se o uso dessas ferramentas fosse o principal requisito de um bom designer. Isso, infelizmente, virou uma praga. Definitivamente entramos na era do design por R$ 1,99.
Concordo com vc completamente qdo vc cita os tais "micreiros" (só acho incorreto generalizar a coisa). Concordo também qdo vc questiona todo o seu estudo versus um aventureiro que não tem um pingo de conhecimento. Mas discordo, e nisso por completo, qdo vc taxa que um diploma é que forma o profissional. Nisso discordo por completo. Por que se fosse assim não existiria um monte de diplomados fazendo projetos por 1,99 e o pior, aceitando propostas de trabalho pra se ganhar 1000...1200 reais por mês (e, se vc não tem essa informação, vide oportunidade de vagas em sites renomados com Catho, Manager, etc). Volto a frisar: não sou formado na área, porém trabalho nela a muito tempo. A minha escola foram os obstáculos, os desafios que me levaram a pesquisar, a colocar a mão na massa, a perguntar pra profissionais mais experientes...creio que, se porque um dia fui um "aventureiro", pois ingressei numa área a qual nao era minha graduação, não foi uma escolha errada. E creio que esse aprendizado, por vezes tortuoso, me rendeu carga profissional suficiente pra eu me intitular "designer".
Conta comigo, afinal somos deseigns e não politiqueiros. Vamos colocar o foco no trabalho, desenho não tem regra, tem intuição.Abraço
Eu concordaria sim. Acho que é importante para a profissão que existam cursos sérios e reconhecidos pelo MEC para que haja moralização e profissionalização.Mas acho que os cursos deveriam deixar claro para os alunos que essa profissão não é regulamentada, e por isso outros profissionais de áreas correlatas se acham no direito de se intitularem designers, isso é uma vergonha um descaso,como não é exigido um diploma, há muito "curioso" por aí trabalhando como designer sem ter o conhecimento necessário para exercer a profissão.Pode contar comigo Paulo e parabéns pela iniciativa.
Uma vez um sábio mestre me disse que o design, assim como tudo na vida, é 1% inspiração e 99% transpiração. Só ficamos sentados em nossos escritórios escrevendo em blogs e discutindo a regulamentação da nossa profissão. Mas nem sequer pensamos coletivamente, é sempre o meu primeiro, é sempre o "preciso pagar as contas", e enquanto for assim, continuaremos patinando.

Qual a diferença fundamental do design para as outras profissões? Os caras pensam coletivamente, agem coletivamente.

Vamos transpirar. Quantos aqui participam de alguma associação de design? Que paga por ano uma anuidade? Pensar sem agir é pura balela :)
Concordo com você João, a diferença entre as profissões é ponto de partida. Arquitetura é uma profissão porque eles pensam coletivamente, da mesma forma que os engenheiros, advogados e outras profissões como a profissão dos decoradores que acaba de ser regulamentada.

Esse negócio de pessoas não formadas atuarem livremente como se fossem o supra sumo do design, nos leva a essa situação de indefinição, de incertezas. Agora eu quero ver amadores e senhoras dondocas assinantes da revista Arquiteta e Interiores fazerem projetos de decoração!

Temos que nos impor, ser chatos mesmos. Temos que arregaçar as mangas e ir a luta!

RSS

O banner de sua empresa também pode estar aqui.
Entre em contato conosco para saber mais detalhes.
portaldesignbr@icloud.com

Hand Spinner Anti Stress

Fidget Spinner desenvolvido para reduzir o stress e a ansiedade

Fidget Cube Calmante

Um Cubo verdadeiramente Mágico que auxilia no controle emocional, ajudando a manter a calma em momentos de pressão.

Fotos

  • Adicionar fotos
  • Exibir todos

© 2019   Criado por Portal DesignBR.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço

Web Analytics Tweet
ed.designstore@gmail.comarrow_drop_down ed.designstore@gmail.com settingsConta / Meu plano webMeus Sites messageEnviar Notificação restoreAgendar Notificações trending_upEstatísticas languageEnglish languagePortuguês perm_identitySair x Você está atualmente no plano gratuito. Já conhece o nosso plano sem publicidade? shopping_cart ADERIR AGORA ✕ Por favor leia os nossos Termos e Condições antes de utilizar o Pushnews [FECHAR] CRIAR CONTAPERSONALIZARINSTALAR JAVASCRIPTFINALIZAR Por favor coloque o código seguinte na secção do HTML (Pode personalizar todas as mensagens aqui)